Domingo, 28 de fevereiro de 2021
informe o texto a ser procurado

Notícias / Economia

Dólar opera opera instável após aprovação de autonomia do BC pela Câmara

11 Fev 2021 - 10:43

Dólar opera opera instável após aprovação de autonomia do BC pela Câmara

Foto: Ilustração/Internet

O dólar opera instável nesta quinta-feira (11/02), depois que o projeto que confere autonomia formal ao Banco Central passou pela Câmara e foi encaminhado para sanção presidencial, enquanto os investidores continuavam acompanhando a situação fiscal do Brasil.

Às 11h11 (horário de Brasília), a moeda norte-americana subia 0,10%, cotada a R$ 5,3768. Na máxima do dia ate o momento, chegou a R$ 5,3838, e na mínima, a R$ 5,3347. 

Na quarta-feira, o dólar fechou em queda de 0,2%, a R$ 5,3716. No mês, acumula queda de 1,81%. No ano, no entanto, ainda tem alta de 3,55%.

Cenário

Na cena doméstica, permanecem as incertezas sobre a trajetória das contas públicas e risco de mais auxílio emergencial sem medidas para conter o impacto sobre as contas públicas.

Na agenda de indicadores, o IBGE divulgou mais cedo que o setor de serviços fechou 2020 com tombo recorde de 7,8% - o setor foi o mais afetado pela pandemia.

Agentes financeiros têm refeito cálculos com a possibilidade de volta do auxílio emergencial, mas nos novos cenários consideram a aprovação de medidas que compensem o impacto fiscal. Entre as mais citadas está a PEC Emergencial, que estabelece gatilhos para conter despesas públicas.

Para Helena Veronese, economista-chefe na Azimut Brasil Wealth Management, o governo não tem uma base "supersólida" que respalde expectativa de aprovação "de tudo da agenda de reformas", e o caminho para tal não será fácil.

Na véspera, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto que confere autonomia formal ao Banco Central, de forma a garantir à instituição financeira que execute suas tarefas sem risco de interferência político-partidária. Simbolicamente pinçada como a primeira medida a ser votada sob a gestão do novo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), a proposta seguirá à sanção presidencial.

G1

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet