Quinta-feira, 21 de março de 2019
informe o texto a ser procurado

Notícias / Agronegócio

IBGE: Sorriso (MT) lidera ranking do valor de produção agrícola, com R$ 3,2 bi em 2016

Broadcast

21 Set 2017 - 12:20
Atualizada em 21 Set 2017 - 14:37

IBGE: Sorriso (MT) lidera ranking do valor de produção agrícola, com R$ 3,2 bi em 2016

Foto: Ilustração/Internet

O Município de Sorriso (MT) alcançou o maior valor de produção agrícola do País em 2016: R$ 3,2 bilhões. O montante representa um aumento de 28,3% em relação ao ano anterior, o que fez o município tirar de São Desidério (BA) o posto de líder no ranking nacional.

São Desidério teve uma queda de 33,5% no valor de produção em 2016 ante 2015, despencando para a 11ª posição. Os dados são da pesquisa Produção Agrícola Municipal (PAM) 2016, divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Sorriso (MT) é o maior produtor de soja e de milho do Brasil, com mais de 1,0 milhão de hectares. Em 2016, os cinco maiores municípios em valor de produção eram de Mato Grosso: Sapezal, Nova Ubiratã, Campo Novo do Parecis e Nova Mutum.

Segundo IBGE, os municípios mato-grossenses costumam ter desempenho relevante por conta das grandes extensões de área cultivada e adoção de alta tecnologia no cuidado às lavouras que, associada às boas condições climáticas, geram produtividade elevada. "Como o cultivo da soja e do milho ocorrem em épocas distintas, há um maior aproveitamento da área agricultável, reduzindo a necessidade de abertura de novas áreas", mostrou a pesquisa.

Três municípios goianos também tiveram destaque no ranking nacional: Cristalina (com crescimento de 11,9% no valor de produção em 2016), Jataí (aumento de 24,9%) e Rio Verde (alta de 19,0%). A soja e o milho são as principais culturas dessas regiões, mas as produções de tomate, batata-inglesa, cebola e algodão herbáceo também desempenham papel relevante na economia local.

Entre as Unidades da Federação, São Paulo manteve a liderança no valor da produção, com 16,4% da participação nacional, um avanço de 1,4 ponto porcentual em relação ao ano anterior. A participação de Mato Grosso diminuiu 0,1 ponto porcentual, para 13,8%, por causa das perdas na produção de soja e milho.

Os cinco principais Estados agrícolas do País - São Paulo, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul e Minas Gerais - responderam por 66,9% do valor da produção agrícola do País no ano de 2016.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet