Quinta-feira, 9 de abril de 2020
informe o texto a ser procurado

Notícias / Capacitação & Oportunidade

Estudantes sergipanos conhecem técnicas sustentáveis de manejo de ovinos

22 Out 2017 - 09:30

Estudantes sergipanos conhecem técnicas sustentáveis de manejo de ovinos

Foto: Embrapa

Conhecer mais profundamente o método Famacha de controle parasitário em ovinos e aprender como se prepara composto orgânico à base de carcaças de animais. Esse foi o objetivo do ‘Curso sobre Práticas Sanitárias: Famacha e Compostagem de carcaças’, promovido pela Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE) no Campo Experimental Pedro Arle, em Frei Paulo, Agreste Central Sergipano, no dia 10 de outubro.

A capacitação teve 55 participantes, entre estudantes e professores dos cursos de ciências agrárias do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS) e do Campus do Sertão da Universidade Federal de Sergipe (UFS), em Nossa Senhora da Glória.

Para ver a galeria completa de fotos do curso, clique aqui

O professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Marcelo Molento, fez um apanhado dos principais parasitos de ovinos, métodos de controle e tratamento e mecanismos de resistência parasitária.

Molento introduziu para os participantes o método Famacha, que consiste em identificar no rebanho, com base na tonalidade de cor da conjuntiva dos olhos dos animais, apenas aqueles que necessitam de vermifugação. Essa técnica, desenvolvida na década de 1990 pelo pesquisador sul-africano François Malan e introduzida no Brasil no ano 2000, além de prática e barata, ajuda a evitar o desenvolvimento da resistência à medicação, pois apenas os animais afetados são medicados, e não todo o rebanho.

A pesquisadora da Embrapa Tabuleiros Costeiros, Tânia Medeiros, apresentou a técnica de compostagem de carcaças de ovinos, que utiliza as ossadas e restos de animais para decomposição produção de fertilizante orgânico para a lavoura. 

A compostagem de carcaça é uma alternativa sustentável de descarte dos restos de animais que evita a proliferação de moscas, doenças e contaminação do solo, além de obter um rico composto orgânico para as plantas. A técnica é uma alternativa também ao abandono das carcaças ou enterro de animais, prática que pode contaminar o lençol freático e trazer danos à saúde humana.

Com isso, o produtor rural que usar a compostagem não somente tem um descarte ambientalmente adequado como pode produzir composto orgânico que serve para a produção de mudas, grãos ou forrageiras, ou para recuperação de solos degradados. O adubo resultante da compostagem pode, inclusive, ser comercializado, resultando em fonte de renda para o produtor.

Com informações de Adilson Nóbrega - Jornalista - Embrapa Caprinos e Ovinos (Sobral, CE)

Embrapa

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet