Sábado, 15 de agosto de 2020
informe o texto a ser procurado

Notícias / Agricultura

Conab sobe previsão da safra de grãos no Brasil para 251,9 milhões de toneladas

Expectativa do governo é de produção recorde no país, impulsionada pela soja e pelo milho.

10 Mar 2020 - 09:11
Atualizada em 10 Mar 2020 - 09:12

Conab sobe previsão da safra de grãos no Brasil para 251,9 milhões de toneladas

Foto: Michel Willian / Gazeta do Povo

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) aumentou nesta terça-feira (10) a previsão para a safra de grãos no Brasil, que deverá chegar a 251,9 milhões de toneladas, crescimento de 4,1% sobre o ciclo anterior, ou 9,9 milhões de toneladas.

Em relação aos levantamento de fevereiro, são 800 mil toneladas a mais. Segundo a Conab, as condições climáticas estão favorecendo as lavouras de grãos nas principais regiões produtoras do Brasil. Com exceção do Rio Grande do Sul, outros estados não vem apresentando problemas.

"A perspectiva é que os níveis de produtividade apresentem bom desempenho nesta temporada, sobretudo para as lavouras de soja e milho que impulsionam o volume total e devem garantir mais um recorde na safra de grãos do país", disse a companhia, em nota.

A área total de plantio deve crescer 2,4%, alcançando cerca de 64,8 milhões de hectares. As culturas de primeira safra (verão) estão respondendo por 46,5 milhões de hectares (71,7%), enquanto que as de segunda, de terceira (outono), e a de inverno deverão ter 18 milhões de hectares (28,3%).

O levantamento da Conab leva em conta o calendário de safra, que começa em julho e termina junho do ano seguinte. Diferentemente da análise Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que considera o que foi produzido durante os 12 meses do ano.

Novo recorde para soja

No caso da soja, principal produto do agronegócio brasileiro, a colheita estimada é de 124,2 milhões de toneladas, crescimento de 8% em relação ao último ciclo e novo recorde para a cultura.

As lavouras de soja deverão ter área 2,6% maior, com expectativa de boa produtividade. De acordo com a Conab, a boa distribuição de chuvas no Centro-Oeste e a colheita acelerada estão ajudando nos resultados de campo.

Arroz e feijão

O feijão primeira safra deve ter produção 6,1% maior, alcançando 1,05 milhão de toneladas. A segunda safra que está em início de cultivo, deve ocupar pouco mais de 1,4 milhão de hectares, similar à safra passada. As maiores áreas estão nesse período nos estados de Minas Gerais, Mato Grosso e Paraná.

Por outro lado, a safra de arroz deverá produzir 0,8% a mais, chegando a 10,5 milhões de toneladas. Porém, apresenta redução de 2,4% na área cultivada, totalizando 1,6 milhão de hectares

Milho

A produção total de milho no país, somando primeira e segunda safras, é de mais de 100 milhões de toneladas, aumento de 0,4% em relação à safra passada. O relatório aponta os bons preços pagos pelo grão como motivo do resultado.

A estimativa de área semeada do milho primeira safra é de 4,23 milhões de hectares, 3,2% maior que o da safra 2018/19. Na segunda safra, cuja semeadura começou em janeiro e segue ocupando o espaço deixado pela colheita de soja, o crescimento de área deve crescer 2,1%, tendo em vista a rentabilidade produtiva e as condições climáticas favoráveis.

Algodão

Após crescimentos significativos da área de algodão nas duas últimas safras, que também aproveita o espaço deixado pela colheita da soja, o boletim da Conab desta vez sinaliza um crescimento de menor variação, cerca de 3,3% na área, chegando a 1,7 milhão de hectares.

A produção também recorde, deve alcançar 2,85 milhões de toneladas de pluma, enquanto a destinação ao caroço chega a 4,28 milhões de toneladas, com 1,6 % de crescimento frente a safra passada.

G1

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet