Quarta-feira, 8 de abril de 2020
informe o texto a ser procurado

Notícias / Economia

Coronavírus: Opep diminui projeção de PIB global para 2,4%

Há um mês, a entidade havia feito um leve ajuste em sua estimativa para este ano, de 3,1% para 3%

12 Mar 2020 - 17:00

Coronavírus: Opep diminui projeção de PIB global para 2,4%

Foto: Pixabay

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) diminuiu mais uma vez sua projeção para o crescimento global do Produto Interno Bruto (PIB) de 2020. Há um mês, a entidade havia feito um leve ajuste em sua estimativa para este ano, de 3,1% para 3%. Agora, cortou a taxa para 2,4%.

“Após um crescimento econômico consideravelmente mais fraco no Japão, na zona do euro e na Índia no segundo semestre de 2019, os desenvolvimentos relacionados ao novo coronavírus exigiram uma revisão descendente da previsão de crescimento do PIB para 2020”, argumentou a entidade. A expectativa para o crescimento do PIB dos Estados Unidos, por exemplo, foi revisado para 1,6% em 2020 devido a uma desaceleração antecipada do consumo em meio a incertezas crescentes, desencadeada pela queda dos mercados de ativos.

Para a zona do euro, a diminuição da projeção da expansão foi para 0,6% em 2020, principalmente por causa da expectativa de redução de exportações, desaceleração do consumo em algumas economias e o “desenvolvimento drástico” observado na Itália – o país mais afetado até o momento pelo vírus fora da China.

A previsão para o PIB do Japão em 2020 foi revisada para uma queda de 0,2%. A Opep citou que, além de um crescimento muito inferior ao estimado no quarto trimestre do ano passado, a combinação com os efeitos relacionados ao covid-19, também levou à alteração. Após um crescimento de 6,1% em 2019, a previsão de crescimento econômico para 2020 na China foi alterada da mesma forma, considerando os impactos do vírus sobre a economia, só que para 5,0%.

Brasil

A deterioração do ambiente externo foi um fator que igualmente levou a Organização a diminuir sua projeção para a expansão da economia indiana, que este ano deve crescer 5,2%, ainda influenciada negativamente por questões internas. O crescimento do Brasil foi revisado para 1,6% em 2020, impactado pela desaceleração do comércio externo”, mencionou a entidade.

Para a Rússia, a previsão de expansão foi mudada para 0,8% em 2020, impactada pelo declínio nos mercados de exportação de commodities. “Outros riscos negativos para a economia mundial permanecem, dada a incerteza em relação à magnitude dos impactos relacionados ao covid-19.”

Estadão Conteúdo

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet