Sábado, 15 de agosto de 2020
informe o texto a ser procurado

Notícias / Agricultura

Grãos: Tempo seco no RS volta a preocupar; colheita da soja atinge 18% da área

20 Mar 2020 - 10:57
Atualizada em 20 Mar 2020 - 11:02

Grãos: Tempo seco no RS volta a preocupar; colheita da soja atinge 18% da área

Foto: Ilustração/Internet

A semana de tempo seco e quente no Rio Grande do Sul agravou a situação das lavouras de soja, segundo a Emater. No Estado, 18% da área foi colhida. Da oleaginosa no campo, 1% está em germinação/desenvolvimento vegetativo, 4% em floração, 32% em enchimento de grãos, e 45% madura e por colher.

"Na região administrativa de Ijuí, as áreas de soja em fase final de enchimento de grãos e em maturação vêm apresentando retenção de folhas secas, hastes verdes, queda de vagens, vagens sem grãos e falhadas, inclusive com morte de plantas. À medida que a estiagem avança, os grãos diminuem de tamanho e de peso, apresentam rugosidade e esverdeamento do tegumento, causado por estresse térmico e hídrico", disse a Emater em levantamento divulgado no fim da tarde.

Na região de Santa Rosa, onde 9% da área está colhida, a baixa umidade do ar tem antecipado a maturação. "A produtividade tem sido variável em relação à expectativa inicial de 3.270 quilos por hectare. Em Santo Cristo e Doutor Maurício Cardoso, há lavouras com produtividade de 4.200 quilos por hectare; em outras áreas, a produtividade está abaixo de 1.500 quilos por hectare."

Em relação ao milho, a colheita atinge 63% da área. As lavouras estão 4% em germinação e desenvolvimento vegetativo, 5% em floração, 13% em enchimento de grãos e 15% da área madura. "Na regional da Emater/RS-Ascar de Santa Rosa, onde 82% das lavouras foram colhidas, há baixo porcentual de perdas de produtividade, inclusive muitos municípios das microrregiões da Grande Santa Rosa e de Três de Maio não tiveram perdas nas lavouras de milho safra grão e de silagem", diz a Emater. Na região de Erechim, a colheita do milho alcançou 90% da área plantada e o rendimento médio tem chegado a 7.560 quilos por hectare.

Quanto ao arroz, 30% das lavouras foram colhidos. "Na regional de Bagé, 45% das lavouras estão em florescimento e enchimento de grãos, 25% em fase de maturação fisiológica e 30% colhido. Devido às ótimas condições das lavouras e ao tempo favorável durante o ciclo da cultura, o rendimento chegou em 8,6 toneladas por hectare, principalmente na Fronteira Oeste. Os cultivos estão com bom estado fitossanitário."

Na região administrativa da Emater/RS-Ascar de Pelotas, a cultura do arroz está predominantemente na fase de enchimento de grãos e em maturação. Em Piratini, 70% das lavouras já estão colhidas; em Turuçu, 60%; em Rio Grande, 20% e em Pelotas a colheita já foi realizada em 30% das lavouras. Nas áreas colhidas em Rio Grande, o rendimento está em 9.121 quilos por hectare; em Jaguarão em oito mil quilos por hectare; em São Lourenço do Sul, 7.500 quilos por hectare; e em Pelotas em 8.400 quilos por hectare.

Broadcast Agro

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet