Sábado, 5 de dezembro de 2020
informe o texto a ser procurado

Notícias / Logística

Imea: Frete fica até 10,5% mais caro com coronavírus e demanda aquecida

Porém, de acordo com o instituto e a Abiove, o cenário de tensão observado nos últimos dias está se normalizando aos poucos

01 Abr 2020 - 11:19
Atualizada em 01 Abr 2020 - 11:19

Imea: Frete fica até 10,5% mais caro com coronavírus e demanda aquecida

Foto: Ilustração/Internet

O agronegócio observou altas nos valores de frete para transporte de grãos em março. De acordo com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), na última semana, os custos subiram até 10,5% em parte do país, refletindo a menor disponibilidade de caminhoneiros e a demanda aquecida.

O economista da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), Daniel Furlan, conta que a alta do dólar é o principal motivo, pois gerou um cenário de preços de soja atrativos e, consequentemente, uma maior intenção de venda por parte dos produtores. “Os números de exportação e os line ups mostram isso”, diz.

Segundo as duas entidades, a pandemia de coronavírus também impactou os serviços de frete, pois desencorajou caminhoneiros a aceitarem fretes para alguns trechos por medo de não encontrarem serviços essenciais, como restaurantes e borracheiros.

“Mas isso está passando. Muitos caminhoneiros estão percebendo que os serviços já voltaram a funcionar em boa parte das rodovias, então eles estão retornando também”, diz Furlan.

O superintende do Imea, Daniel Latorraca, afirma que a tensão das últimas semanas estão diminuindo. “A situação está se resolvendo, mas obviamente que isso pode mudar no dia a dia. A expectativa é de que o mercado tenha voltado à normalidade”.

Canal Rural

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet