Terça-feira, 2 de junho de 2020
informe o texto a ser procurado

Notícias / Agronegócio

Soja: China pode ter problema de oferta por tensão com os EUA

21 Mai 2020 - 10:41
Atualizada em 21 Mai 2020 - 10:41

Soja: China pode ter problema de oferta por tensão com os EUA

Foto: Ilustração/Internet

A China, maior importadora mundial de soja, pode enfrentar problemas de falta de oferta no quarto trimestre de 2020 em meio às tensões com os Estados Unidos. Segundo analistas, a redução dos estoques do Brasil também são uma questão a ser observada.

O país asiático processa mais de 80% dos grãos importados para ração animal, a fim de atender à demanda interna pela produção de carne. Em 2020/21, as importações de soja chinesa devem chegar a 96 milhões de toneladas, sendo 93 milhões esmagadas no mercado interno. Os volumes são 4$ e 7,5% superiores ano a ano. O setor de proteína animal do país busca repor seus rebanhos após a epidemia de febre suína africana em 2020.

A indústria de esmagamento da China depende fortemente do Brasil e dos EUA, comprando em média 60% e 30% de suas importações de cada país, respectivamente. Após a comercialização da safra brasileira no primeiro semestre, o país asiático deve depender bastante do produto norte-americano.

Agência Safras

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet