Quarta-feira, 12 de agosto de 2020
informe o texto a ser procurado

Notícias / Clima & Temperatura

Segunda quinzena de julho inicia nesta quarta-feira com chuva em boa parte do Brasil

Além disso, de acordo com a Somar Meteorologia, uma nova massa de ar frio faz as temperaturas caírem no Sul, podendo provocar geadas

14 Jul 2020 - 18:01
Atualizada em 14 Jul 2020 - 18:09

Segunda quinzena de julho inicia nesta quarta-feira com chuva em boa parte do Brasil

Foto: Pixabay

Sul

O frio deve aumentar na região, especialmente no Rio Grande do Sul, sul de Santa Catarina e sul do Paraná.

Nas primeiras horas do dia, não chove, pois ainda há a presença da área de alta pressão atmosférica, que traz uma massa de ar frio. Por conta dessa massa, há risco de geada em grande parte do Rio Grande do Sul e em parte de Santa Catarina, na serra.

Porém, no fim do dia, áreas de instabilidade vindas do Paraguai favorecem o aumento nas temperaturas e haverá pancadas de chuva na metade sul do Paraná.

O mar segue agitado e o alerta de ressaca da Marinha ainda é vigente de Laguna (SC) até o Sudeste com ondas de 2,5 metros de altura.

Sudeste

Chove do sul de São Paulo ao Rio de Janeiro, chegando também ao Espírito Santo, e do sul ao leste de Minas Gerais.

No território paulista, a chuva vai desde Registro até o Vale do Paraíba, passando pelo litoral e região metropolitana de São Paulo. A precipitação ocorre mais pela madrugada e manhã de maneira muito fraca e com riscos de chuviscos no litoral paulista à noite.

No Rio de Janeiro, chove a qualquer momento, e com maior intensidade pela madrugada e manhã, mas sem raios ou volumes de chuva elevados. Situação parecida com a de áreas mineiras.

Atenção no Espírito Santo, pois a frente fria passa pela manhã e além de trazer uma chuva moderada, ao longo do dia, as rajadas de vento podem passar dos 50 km/h.

Por fim, as temperaturas caem ainda mais de Registro até o Rio de Janeiro e no sul e leste de Minas.

Segue o alerta de ressaca da Marinha do Brasil, desde o litoral sul de São Paulo até Cabo de São Tomé, no Rio de Janeiro, com ondas de até três metros de altura.

Centro-Oeste

Ainda chove no sul de Mato Grosso do Sul, na forma de pancadas rápidas. Nas demais áreas, o tempo segue firme.

A madrugada deve ser mais fria nesta semana no sul de Mato Grosso do Sul, além de ter temperaturas ainda amenas à tarde.

Destaque mais uma vez para umidade do ar baixa e o calorão à tarde, em especial do norte de Mato Grosso do Sul ao norte de Goiás e de Mato Grosso, o que potencializa o risco para queimadas.

Nordeste

Os maiores acumulados ocorrem no norte do Maranhão, litoral do Piauí e Ceará, assim como de Natal (RN) a João Pessoa (PB). Há chance para alagamentos pontuais. Chove de forma mais fraca entre o litoral da Bahia até o leste de Pernambuco.

No restante da região, o tempo firme e seco continuam.

Norte

A chuva segue concentrada no norte da região, desde o Acre até Amapá e o norte do Pará. Os maiores volumes são esperados no noroeste do Amazonas e em Belém (PA).

Nas demais localidades, de Rondônia ao Tocantins, o tempo permanece estável e sem chuva, com baixos índices de umidade relativa do ar nas horas mais quentes do dia.

Somar Meteorologia

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet