Imprimir

Imprimir Notícia

19 Mai 2020 - 11:22 | Atualizada: 19 Mai 2020 - 11:22

Milho: Com vendedores retraídos, preço da saca supera R$ 50 em SP

As atenções no mercado de milho estão voltadas ao desenvolvimento da segunda safra. A irregularidade nas chuvas no Sul e Sudeste do país e em Mato Grosso do Sul deve limitar o potencial produtivo das lavouras. Este ambiente mantém vendedores consultados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) retraídos do mercado, sustentando o movimento de alta nos preços domésticos.

Compradores, por sua vez, realizam negócios pontuais, se abastecendo apenas para o curto prazo, à espera de mercadoria da segunda safra e de recebimento de lotes já adquiridos antecipadamente.

Assim, entre 8 e 15 de maio, na região de Campinas (SP), a necessidade compradora fez com que os valores voltassem a superar os R$ 50 por saca de 60 quilos. O Indicador Esalq/BM&FBovespa subiu 1,6% em sete dias, a R$ 50,57 pela saca na sexta, 15.
 
 Imprimir