Imprimir

Imprimir Notícia

21 Mai 2020 - 09:35

Milho: Mercado é marcado por pouca oferta e comprador retraído

A oferta reduzida e os compradores retraídos marcaram o mercado do milho nesta quarta-feira, 20. A Consultoria Agrifatto afirma que a visão está em daqui 30 dias, quando a colheita de milho começa a ganhar forma no país. A cotação do cereal na B3 fechou o dia estável, mesmo com o dólar recuando 0,75%, a indefinição do tamanho da quebra da safra no país aliada às incertezas sobre a demanda interna fazem a volatilidade crescer.

Nos Estados Unidos, com dados de produção de etanol menores do que o esperado, o contrato com vencimento para julho de 2020 recuou 0,54% na Bolsa de Chicago (CBOT), voltando a ser negociado abaixo dos US$ 3,20 por bushel. Os dados de exportação podem movimentar o mercado nesta quinta-feira, 21, no entanto, a expectativa de uma safra grande ainda pesa sobre os preços do cereal norte-americano.
 
 Imprimir